Toxocaríase


Cães e gatos podem ser infectados pelos populares “vermes”, também chamados de helmintos ou simplesmente endoparasitas. Alguns deles têm grande importância para a saúde pública devido ao alto potencial de causar doenças em humanos, as chamadas zoonoses.

As espécies Toxocara canis e Toxocara cati são parasitos gastrintestinais de cães e gatos que apresentam distribuição mundial. Além de sua importância veterinária, é responsável por uma zoonose conhecida como Larva Migrans Visceral.

No Brasil, o agente tem ampla distribuição, acometendo principalmente crianças devido a hábitos geofágicos (ingerir terra) quando tem acesso a caixas de areia contaminadas pelas fezes de cães e gatos em praças e parques de recreação, por exemplo.

Animais parasitados eliminam os ovos do parasito no ambiente através das fezes, esses ovos em condições favoráveis evoluem, surgindo a larva infectante. Os animais se infestam pela ingestão do ovo com a larva. Cães em fase de lactação podem infectar-se ao ingerirem larvas durante as três primeiras semanas de vida. Outra forma dos animais se infectarem com este parasito é através da ingestão de hospedeiros paratênicos (hospedeiros de transporte) que podem ser roedores ou aves que ingerem os ovos infectantes.

Os animais parasitados com Toxocara apresentam como sinais clínicos diarreia, desconforto abdominal, vocalização “choro” quando filhotes, abdômen distendido, desidratação e retardo no crescimento. Em cães com idade inferior a seis meses tosse e taquipneia (aceleração do ritmo respiratório) também são observadas.

O diagnóstico é feito a partir do exame coproparasitológico (de fezes).

Como tratamento são administradas doses de vermífugos específicos prescritos pelo Médico Veterinário.

Av. Fortunato Moreira, 348 - Centro -Pindamonhangaba SP

Tel (12) 3642 3612

  • Instagram
  • Facebook ícone social

©  2019 por Clínica Veterinária Sassaki